quarta-feira, 6 de julho de 2011

Cheiros

Ontem passei o dia em São Paulo, com direito a metrô lotaaaaaaaaado e pequenas caminhadas nos arredores da Av. Paulista. Logo que desci do metrô já me surpreendeu a quantidade de gente fumando na rua... deve ser por causa da lei que proíbe o fumo em áreas fechadas, aí vai todo mundo pra calçada. Argh!

O meu desconforto com relação ao cigarro não é só com relação à preocupação com minha saúde, para não aspirar fumaça tóxica, mas principalmente com relação ao cheiro da fumaça. De um tempo pra cá venho notando que meu olfato está cada vez mais aguçado e isso costuma ser mais uma desvantagem do que uma vantagem... é impressionante o incômodo que cheiros ruins me causam!

E não precisa ser só um cheiro "obviamente" ruim, como esgoto, lixo e CC, mas também os "intermediariamente" ruins, como cigarro e comida (coloquei esses na categoria de intermediários porque tem muita gente que gosta, se não não fumava, né?! E quanto à comida, claro que muitas comidas me causam deleite com seus aromas, mas tem algumas que realmente me embrulham o estômago, enquanto tem alguém lambendo os beiços!) e tem os que normalmente não são ruins (ou não deveriam ser), como os perfumes. Ai, que tormento são os cheiros de perfume!!! E o pior é que eles ficam impregnados em mim se tenho um contato minimamente próximo com a pessoa, como um abraço.

Em tempo: não, não estou grávida e fico absolutamente apavorada de pensar que, se um dia eu ficar, essa sensibilidade provavelmente vai ficar exacerbada! Vou ter que andar com máscara, rs...

Eu adoro os sentidos de percepção, eles são uma fonte incrível de prazer e também mecanismos importantes de segurança para o corpo. Mas o olfato... ah, como eu queria poder "desligá-lo" de vez em quando!

Então pra tirar essa "inhaca" vou falar de alguns cheiros muito bons, aí quem sabe meu cérebro fique mais contentinho! Que tal um cheiro de fruta madura? Uma manga!!! E o cheiro da terra molhada, logo depois da chuva? Nem precisa ser um cheiro "natureba", eu adoro o cheiro do meu fusquinha! :) Também pode ser um cheiro "elitizado", como de um carro com bancos de couro, ou do perfume de bacana que o Paulo Cesar usou no nosso primeiro encontro e que, cada vez que ele usa, me proporciona uma deliciosa viagem no tempo!

Cheiro de casa limpa, cheiro de roupa lavada. Sabonete de lavanda. E o cheirinho do Pajé, então?! Ah, que cãozinho mais cheiroso!

Bem, pode ser que você não suporte alguns dos cheiros que eu mencionei e aí chegamos ao ponto da questão: gosto é gosto! Como diz o ditado: quem ama o feio, bonito lhe parece... e eu digo: quem ama o fedido, cheiroso lhe parece!

Um comentário:

  1. oi, gostei muito do seu blog.
    Entre no meu blog e veja se gosta também e seja nosso seguidor, vlw


    www.hatesosweet.blogspot.com

    ResponderExcluir